[REVIEW] Rei Arthur (2017)



Por Nayara Trevizan

De uma maneira bastante diferente, o diretor Guy Ritchie conta as origens de Arthur Pendragon (Charlie Hunnam) que ainda criança foi levado do castelo após a traição de seu tio Vortigern (Jude Law) e a morte de seus pais.

Com isso, ele acaba crescendo nas ruas e becos de Londonium, controlando o local com sua gangue e desconhecendo sua real origem até o momento em que entra em contato pela primeira vez com a Excalibur.

A existência de um rei com direto ao trono e que pode livrar o povo da tirania de Vortigern, desencadeia várias revoltas e então Arthur se junta à Resistência e recebe ajuda de uma maga enviada por Merlin (Astrid Bergès-Frisbey) para conseguir dominar a espada, enfrentar seus medos e então se tornar um rei.

Para aqueles que conhecem a lenda do Rei Arthur e as outras histórias que fazem parte do Ciclo Arturiano, alguns personagens importantes fazem falta na história, como o mago Merlin, que acabou sendo substituído pela maga interpretada pela atriz Astrid Bergès-Frisbey, e que também possuí uma origem pouco abordada.

Em nenhum momento seu nome é citado e nos créditos sua personagem tem apenas o nome “The Mage”, mas ao longo do filme tudo indica que ela é Guinevere. Em relação à atuação, os principais não deixam nada à desejar, Charlie Hunnam faz um ótimo trabalho se saindo muito bem em diversos momentos e Jude Law faz um ótimo vilão que realmente convence mostrando sua sede pelo poder.



Por outro lado, a pequena mas totalmente desastrosa aparição de David Beckham é muito ruim e de fato, realmente merece todas as críticas que vem sofrendo. As cenas de batalhas são realmente muito boas, ficando muitas vezes parecidas com um jogo de videogame, principalmente quando Arthur entra em ação com sua espada, e juntando isso com os efeitos visuais e o 3D, o visual do filme funciona de uma maneira ótima.

Outra coisa que ajuda muito é a trilha sonora que é impecável e acompanha o clima de todos os momentos. Em geral Rei Arthur: A Lenda Da Espada pode acabar decepcionando os fãs de Arthur que esperam ver a lenda contada com todos os detalhes, mas é um ótimo filme para quem gosta de muita ação e efeitos especiais.


Nota: 3.5/5.0

0 comments: