Navigation Menu

Sundance 2022 | Emergency

 

Por Victoria Hope

Um dos favoritos na categoria US Dramatic Competition teve sua estreia hoje (20) no Sundance durante a madrugada. Emergency é o drama necessário que aborda a questão do black lives matter e como é a vida de jovens estudantes negros, quando eles se encontram no local errado, na hora errada. 

Na trama, o aluno exemplar com as maiores notas da universidade, Kunle e seu amigo despreocupado, Sean, planejam um noite épica de festas por todas as irmandades da cidade universitária onde moram,  determinados a ser os primeiros alunos negros a completar a programação épica nas fraternidades.

Tudo ia muito bem, até que uma pequena parada em sua casa para pegar bebidas sai completamente fora do controle quando eles encontram em seu apartamento, o corpo de uma garota branca desmaiada e bêbada, enquanto Carlos, um amigo latino dos dois rapazes, estava lá o tempo todo  em outro quarto e não a viu aparecer.

Trazendo vida ao roteiro preciso e afiado de K.D. Dávila, junto a um brilhante elenco estreante, com atuações memoráveis de Donald Elise Watkins e RJ Cyler, o filme toca na ferida de questões raciais e é tão absurdo, que não parece ser real, mas infelizmente, é um medo que assola a comunidade negra até hoje, não apenas nos EUA como no mundo inteiro. 

Bastidores de 'Emergency' / Foto: Sabrina Carpenter

O duas vezes veterano do Sundance,  Carey Williams, faz sua estreia na Competição Dramática com Emergency, uma comédia sombria com temática forte que nos acerta em cheio, nessa adaptação do curta de mesmo nome que estreou no festival em 2018 e venceu a categoria do Júri Especial. 

O humor certeiro do filme consegue quebrar alguns momentos mais tensos do longa, mas logo nos deparamos com o inevitável, pois logo o clima de suspense entra em cena e é quase impossível não sentir o coração pular pela boca e as lágrimas começarem a rolar, mas felizmente, o longa diverge do final esperado e clichê dramático que apenas transformaria os protagonistas em mais uma hashtag

Nesse longa que inicialmente poderia ter sido apenas uma comédia universitária, nos deparamos com a verdade de que até mesmo tentar fazer a coisa certa,  pode se tornar um verdadeiro pesadelo para grupos minoritários que diariamente andam com um alvo invisível em suas costas. A virada melancólica nos últimos minutos, deixa um gosto amargo na boca e uma sensação de que o protagonista nunca mais será o mesmo após aquela noite.  

NOTA: 10/10

0 comments: